A terceira vida de Grange Copeland

Há dois dias (segunda-feira, 18/05/2020), João Pedro Matos Pinto foi assassinado pela Polícia no Rio de Janeiro. João Pedro estava dentro da sua casa. Em casa. Um lugar que, como direito humano básico, deveria ser seguro. João não é o único. Numa rápida busca na internet, é fácil achar centenas de casos semelhantes. Isso...

Adquiridos 2020 (1/3)

Segue a lista dos adquiridos entre janeiro e abril de 2020, conforme a ordem que mostramos nos vídeos do Instagram. 🙂 Não-ficção e poesia Terry Eagleton – Como ler literaturaTerry Eagleton – A tarefa do críticoTerry Eagleton – Marxismo e crítica literáriaDavid Christian – OrigensMartin Puchner – O mundo da escritaGrigore Cartianu – O...

A história sem fim

Originalmente publicado em 1979, em alemão (Die Unendliche Gestchichte), essa fantasia imortal de Michael Ende voltou a mim através do tempo (e da Estante Virtual). Achei essa ediçãozinha clássica da Martins Fontes em um sebo de Goiânia e ontem ela chegou pelo correio depois de uns dias de expectativa e ansiedade.  Um dos primeiros...

Ponto cardeal

No ano passado, 124 transexuais foram assassinades no Brasil. Seguimos, há 10 anos, como o país que mais mata trans no mundo todo. A todo momento, pessoas trans são expulsas de casa, ficam sem qualquer rede de suporte e acabam em situações de vulnerabilidade. A todo o momento, pessoas trans perdem o emprego (ou...

Antes do baile verde

Quem é o maior escritor brasileiro vivo? O que é preciso para esse título? Caminhar com maestria entre diferentes gêneros literários? Quantos livros é preciso ter publicado? 10? 20? Quantos prêmios é preciso ter recebido? Uma postura política favorável aos direitos humanos é interessante… E quem disse que esse é um escritor? E não...

Gabriela, cravo e canela

Em sua Breve história da literatura brasileira, publicada em 1945, Erico Verissimo propõe no capítulo final a seguinte ponderação: “Qual é o romance mais representativo do Brasil? Para responder adequadamente a essa pergunta é preciso, antes de tudo, descobrir qual é a região ou grupo humano mais representativo de meu país, e não creio que...

Chimamanda Ngozi Adichie

Chimamanda Ngozi Adichie é uma escritora pop. Mas muito além do mainstream, a autora figura entre os maiores nomes das literaturas africanas (chamada por alguns críticos de “a próxima Chinua Achebe” – este, por sua vez, é conhecido como o pai das literaturas africanas) e das literaturas em língua inglesa. Mulher, negra, escritora, professora,...

Imunidade

Baixamos esse e-book no fim de semana passado, quando a editora Todavia disponibilizou-o gratuitamente para download durante dois dias (valeu, Todavia!). A leitura surpreendentemente leve de um texto repleto de informação é possível por causa de dois fatores principais: Eula Biss adota um tom muito pessoal, conversacional mesmo, para relatar suas aventuras como mãe...

Sobre os ossos dos mortos

Olga Tokarczuk recebeu a honraria máxima da literatura – o Prêmio Nobel – em 2019, mas essa premiação foi referente ao ano de 2018. Como muitos de vocês devem saber, nesse ano, não tivemos cerimônia de entrega do prêmio. Isso aconteceu devido a denúncias de abuso sexual e corrupção por parte de membros do...

Sophia de Mello Breyner Andresen

Sophia foi uma das maiores expoentes da poesia portuguesa do século XX. Além desse gênero, escreveu também peças, contos e livros infantis e traduziu grandes clássicos como Shakespeare e Dante. Foi a primeira portuguesa a receber o Prêmio Camões, em 1999, (a primeira mulher condecorada com o prêmio foi Rachel de Queiroz, em 1993...

To kill a mockingbird

“You never really understand a person until you consider things from his point of view… Until you climb inside of his skin and walk around in it.” (p. 33) Lançado em 1960, To kill a mockingbird (no Brasil, O sol é para todos) é narrado na voz de Jean-Louise Finch, uma menina de seis...